Ex-ministro de Temer, Geddel Vieira Lima é preso pela Polícia Federal na Bahia


 

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) foi preso na tarde desta segunda-feira (3/7) pela Polícia Federal. Já havia uma expectativa que isso pudesse ocorrer desde a última semana. Há dias vazou uma informação, que teria partido do próprio Ministério Público Federal, que Geddel era o próximo alvo da operação.

O peemedebsita ofereceu seu passaporte e colocou seu sigilo bancário à disposição do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).  Em petição apresentada na noite de segunda-feira (12/6), dentro do inquérito que investiga Temer no Supremo, Geddel citou notícia veiculada no mesmo dia pela coluna do jornalista Lauro Jardim no jornal O Globo, em que se afirma que o ex-ministro seria “o próximo alvo do Ministério Público”, e que o órgão poderia pedir sua prisão.

A prisão é de caráter preventiva, sem tempo determinado de duração. A Polícia Federal suspeita de esquema de fraudes na liberação de créditos entre 2011 e 2013, denuncia que faz parte da operação Cui Bono? (“A quem beneficia?”, em latim), deflagrada em janeiro desde ano, que já observada Geddel e sua gestão na vice-presidência de pessoa jurídica na Caixa Econômica Federal.  O político baiano estaria tentando obstruir a investigação de supostas irregularidades na liberação de recursos do órgão.



Proposta de engavetar denúncia contra Temer só tem apoio ‘oficial’ de 44 deputados


Deputados que aprovam ‘engavetamento’ fazem parte da base do governo

Desde que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) encaminhou a denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) à Câmara, apenas 44 deputados federais se manifestaram publicamente contra a sua aprovação. Entre aqueles que não concordam com a autorização para que o STF aceite a acusação da Procuradoria-Geral da República (PGR), a maioria é do PMDB e do PP – que fazem parte da base do presidente. De acordo com levantamento feito pelo jornal O Globo, 121 parlamentares defendem explicitamente que a autorização seja concedida, principalmente de partidos como PT, PDT, PCdoB e PSB. A cauda, contudo, também recebe apoio de alguns membros de legendas da base governista, incluindo PSDB, PR, PSD, DEM e PP. A maioria dos deputados não quis responder ao questionamento feito pelo jornal: 197 não responderam sua posição, enquanto 74 se colocaram como indecisos. Para que haja uma investigação criminal contra um presidente da República, é necessário que dois terços da Câmara (342 deputados) autorizem o STF a avaliar a denúncia. Caso a Corte identifique elementos para torna-lo réu, o chefe do Executivo é afastado e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assume a vaga. Para que não haja a investigação, o Palácio do Planalto precisa convencer mais 128 aliados, além dos 44 que já se posicionaram, a votarem contra ou se ausentarem do plenário. A maioria dos parlamentares alega que ainda precisa conhecer o teor da denúncia antes de tomar uma decisão.



WhatsApp libera função para apagar mensagem após enviada


Whatsapp finalmente vai liberar a função de apagar mensagem após enviada. A novidade foi anunciada pela própria empresa por meio de seu site oficial no último domingo (2/7).  O recurso é chamado de Anular, e permitirá que mensagens sejam apagadas até cinco minutos depois de enviadas. As mensagens escolhidas aparecerão como “Esta mensagem foi anulada” dentro da conversa para o receptor das mensagens.

A função estará disponível para aparelhos com Android ou Windows Phone e iPhones, mas é necessário que tanto o remetente quanto o destinatário estejam com as versões mais recentes do aplicativo.



Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari realiza primeiro Torneio de Futevôlei na Arena Metalclube


16 duplas de várias cidades da região metropolitana participaram do torneio. Realizado pelo sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, o primeiro torneio de Futevolei na arena Metalclube em Jauá contou com toda a estrutura do espaço, reuniu famílias, atletas, colegas de trabalho… em prol do esporte, e claro, do lazer.

“É um esporte pouco difundido, e por ser genuinamente brasileiro, merece um enfoque melhor. Estamos fazendo essa promoção e esse é apenas um início.  Nossos sonhos pra esse esporte não param por aqui” diz Marcos Vinicius, organizador do evento.

Obedecendo todos os  critérios profissionais, a organização trouxe a equipe de arbitragem da Federação das Associações de Futevôlei da Bahia, membros também da Confederação Brasileira, dando legitimidade à disputa.

Para os atletas, é sempre bom participar de competições bem estruturadas. Ruan, que é jogador profissional desde os 16 anos, achou o nível da competição de excelência: “Já participei de várias competições e a organização me surpreendeu. O Sindicato está de parabéns”.

Rosalvo, jogador de Porto de Sauípe foi o destaque do torneio. Um show de superação, jogou partidas apertadas e se deu bem. A deficiência física não fez diferença nenhuma na arena. Veloz e focado, Rosalvo foi um dos melhores jogadores na areia e levou pra casa o primeiro lugar. “Minha vida é de superação. A vitória desse torneio é a certeza disso”.

“Jogamos limpo, e fizemos amigos aqui. O segundo lugar, perdendo apenas para essa dupla que é um exemplo de vida, é uma honra pra nós”, disseram em coro Édipo e Gaúcho, dupla de Camaçari que ficou em segundo lugar.

Jesuíta, uma das diretoras do Stim Camaçari, prestigiou o evento. “O esporte faz parte da nossa política. Temos outras atividades esportivas gratuitas, afinal um clube com essa estrutura tem uma função social. Agora, é incentivar as mulheres a formar seu time também pra fortalecer o empoderamento feminino”, encerra ela.

Fonte:Visão diária\Ana Fabricia



Três homens são mortos durante troca de tiros com policiais


Polícia disse ter encontrado armas e drogas com suspeitos (Foto: Divulgação)

Três homens foram mortos durante um confronto com policiais militares no bairro do Engenho Velho da Federação, em Salvador. O caso ocorreu, na noite de sábado (1º), pouco antes da meia-noite, na Rua Vila Vale. Segundo a PM, policiais da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) Rondesp Atlântico faziam rondas da localidade quando foram recebidos a tiros por suspeitos armados. Houve confronto e, no revide, três foram atingidos. De acordo com a PM, os feridos ainda chegaram a ser socorridos e encaminhados para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiram. Outros suspeitos conseguiram fugir. A PM disse ter encontrado com os homens mortos duas pistolas, um revólver, munições de diversos calibres, 163 pinos de cocaína, 70 pedras de crack, além de um tablete de maconha e uma quantia no valor de R$ 35. A ocorrência foi registrada na Corregedoria da PM. (Correio)



IFBA abre inscrições para mais de 5 mil vagas em cursos técnicos


O quadro de vagas do Processo Seletivo 2018 é composto por 2.545 vagas para cursos da forma integrada e 2.640 para a forma subsequente.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) abre inscrição nesta segunda-feira (3), para cursos técnicos nas formas integrada e subsequente. Ao todo, são ofertadas 5.185 vagas, distribuídas entre 19 campi do Instituto. Dessas, 50% serão destinadas a estudantes que cursaram o ensino fundamental e/ou médio em escolas públicas.

As inscrições  vão até o dia 17 de agosto, exclusivamente pela internet, através da página da seleção. Para se inscrever, o candidato deve preencher os dados solicitados e gerar o boleto para pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 35,00. Para os cursos subsequentes, o candidato que tenha cursado todas as séries do Ensino Médio em escola pública, poderá solicitar a isenção parcial da taxa, até o dia 3 de agosto, no ato da inscrição, preenchendo a opção correspondente. Para os cursos integrados, é necessário ter estudado os últimos cinco anos em escola pública. Os contemplados com a isenção parcial pagarão o valor de R$3,50, referente a 10% da taxa de inscrição.

Nessa edição do processo seletivo, os editais foram disponibilizados também nas versões adequadas à Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), para candidatos surdos e no formato de áudio, para candidatos com deficiência visual. Confira aqui!

Cursos

O quadro de vagas do Processo Seletivo 2018 é composto por 2.545 vagas para cursos da forma integrada e 2.640 para a forma subsequente. Para concorrer às vagas do integrado, os candidatos devem ter concluído o ensino fundamental. Já para se inscrever em cursos do subsequente, os estudantes devem ter concluído o ensino médio.

As provas do processo seletivo acontecerão no dia 22 de outubro, das 8h às 12h30 e serão compostas por uma redação e questões de língua portuguesa, matemática, história e geografia (para a forma integrada) e língua portuguesa, matemática, história, geografia, física, química, biologia, inglês ou espanhol ( para a forma subsequente).



Travessia Salvador-Mar Grande não opera nesta segunda


Foto: Reprodução

A Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab) informa que devido aos fortes ventos desta manhã, que deixaram o mar agitado e com ondas elevadas na Baía de Todos os Santos, a travessia marítima do Sistema Salvador-Mar Grande não está operando nesta segunda-feira (3). As embarcações começariam a fazer a travessia às 5h, mas com o mau tempo não saíram. Não existe previsão para o serviço ser retomado hoje. As escunas de turismo que fazem o passeio pelas ilhas da Baía de Todos os Santos também não operaram hoje.A linha Salvador-Morro de São Paulo será feita com conexão em Itaparica. Os catamarãs saem do Terminal Náutico, atracam no terminal de Itaparica de onde os passageiros seguem de ônibus até a Ponta do Curral, em Valença, e fazem a travessia de lanchas até o Morro. Com conexão, em vez de 2h20, o percurso da viagem dura 3h20. Os horários para o Morro são 8h30, 9h, 10h30, 13h e 14h30. Do Morro para Salvador, 9h, 11h30, 13h e 15h.



PF mira a cúpula dos transportes do Rio


A Polícia Federal mandados nesta segunda-feira, 3, contra a cúpula do sistema de transporte do Rio. A operação é uma sequência da acão que prendeu o empresário Jacob Barata Filho na noite de domingo, 2, no Aeroporto Internacional do Rio, o Galeão.Os mandados foram expedidos pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7 Vara Federal do Rio. A investigação é da forca-tarefa do Ministério Público Federal e da Polícia Federal.A operação tem como base delações premiadas do doleiro Álvaro Novis e do ex-presidente do Tribunal de Contas do Rio Jonas Lopes.A PF cumpre hoje oito mandados. A investigação mira propina de ao menos R $ 260 milhões.São alvos de mandado de prisão Lelis Teixeira, ligado à Federação dos Transportes do Rio, e Renato Onofre, ligado ao Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro (Detro). Onofre teria recebido R$ 40 milhões em propina.

Estadão



Gasto do governo sobe o dobro do permitido pelo teto


O presidente Michel Temer

O teto dos gastos enfrenta a sua primeira prova de fogo no ano que vem. Pela regra, a despesa da União poderá crescer pouco mais de 3%. No entanto, a previsão é que as despesas obrigatórias com INSS, aposentadorias de servidores federais e benefícios a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda crescerão mais que o dobro desse valor permitido: 8%. O limite para o crescimento de gastos da União é uma das principais medidas econômicas do governo Michel Temer. Ao colocar freio nas despesas, o Estado sinaliza que tem compromisso com a saúde das finanças públicas e preserva a confiança junto a investidores. Pela regra, o gasto anual corresponde à inflação oficial, medida pelo IPCA, acumulada em 12 meses até junho do ano anterior. Junho já passou e é possível traçar cenários. O IPCA-15, prévia do índice, aponta uma alta de 3,52% entre junho do ano passado e junho deste ano. O resultado final (que valerá para o teto de 2018) deve ser ainda menor, segundo economistas, porque a inflação segue em queda. Leia mais no Estadão.

Estadão



Sérgio Moro será ainda mais meticuloso com Lula


o juiz Sérgio Moro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

 

Investigadores, assessores e advogados que acompanham de perto o andamento dos processos da Lava Jato em Curitiba avaliam que o juiz Sérgio Moro deve demorar mais alguns dias para dar a sentença no processo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é réu no caso do triplex no Guarujá. Tanto no Ministério Público Federal (MPF) quanto na Justiça Federal no Paraná há o entendimento de que a extensão das alegações finais da defesa do petista, com 363 páginas, vai demandar mais tempo de Moro. Além disso, o juiz da 13.ª Vara Criminal Federal de Curitiba deve ser ainda mais meticuloso na decisão sobre Lula, sobretudo pelo peso político da decisão. “O Moro sabe da importância dessa sentença. Portanto, vai revisar e revisar antes de proferir a decisão”, afirmou uma fonte. A decisão do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) de reformar a decisão de Moro e absolver o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, preso desde 2015, colabora com essa expectativa. Tanto no Judiciário paranaense quanto no entorno de Lula, a notícia foi interpretada como um sinal claro do tribunal de segunda instância para a Lava Jato. Moro havia condenado Vaccari a 15 anos e 4 meses de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Na semana passada, o TRF-4 absolveu o ex-tesoureiro petista alegando que não haviam provas contra Vaccari além da palavra de delatores. ”Comemoramos duplamente. Primeiro porque foi feita justiça ao Vaccari, segundo porque o TRF-4 abriu uma nova perspectiva e nos deixou muito animados. Agora temos muita convicção de que não há como o Moro condenar o Lula, não há uma única prova material no caso do triplex”, disse o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência Gilberto Carvalho. Segundo fontes próximas a Moro, a decisão do TRF-4 deve dificultar uma sentença contrária a Lula. Elas avaliam que, para condenar o petista, o juiz teria de aplicar a teoria do domínio do fato, alegando que Lula tinha controle sobre tudo o que acontecia. Do contrário, as provas recaem sobre a ex-primeira-dama Marisa Letícia, morta em fevereiro em decorrência de um aneurisma cerebral – foi Marisa quem decidiu comprar uma cota da Bancoop no prédio do Guarujá e quem mais vezes esteve no imóvel.

Estadão



google-site-verification: google9fc9670e008f5262.html