MULHER DE WESLEY SAFADÃO REGISTRA QUEIXA NA POLÍCIA POR AGRESSÃO


 

Thyane Dantas, mulher de Wesley Safadão, prestou queixa contra a ex-dançarina da banda Gaviões do Forró, Jamile Lima.

Segundo Dantas, Jamile criou um perfil fake no Instagram para difamá-la e agredi-la.

O processo, com o inquérito aberto na Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), aguarda posicionamento do Ministério Público do Estado do Ceará.

Confira a nota divulgada à revista Quem:

Segundo Jamilson Veras, advogado de Thyane Dantas, os assuntos jurídicos relacionados a processos envolvendo Thyane Dantas correm em segredo de justiça. A equipe jurídica de Thyane ressalta que confia na apuração célere e justa das autoridades. Esclarece ainda que competem as essas autoridades a identificação dos acusados e efetivamente indiciá-los nos processos“, dizia a nota.
Jamile ainda não se pronunciou sobre o caso.

O que você achou? Não esqueça de deixar a sua opinião nos comentários!



Bahia: Menina é achada desacordada e família denuncia estupro coletivo


 

Menina foi levada para Hospital Geral do Estado, em Salvador (Foto: Juliana Cavalcante)

Uma menina de 13 anos foi encontrada desmaiada em uma praça no Alto de Ondina, em Salvador, e familiares da garota registraram uma ocorrência no posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE), por suspeita de estupro coletivo. De acordo com a ocorrência, uma vizinha teria encontrado a jovem desacordada na noite de segunda-feira (22) e a levado para a casa onde mora. Segundo relato dos familiares, a menina estava sem as roupas íntimas e vomitava muito. A suspeita é de que ela tenha sido drogada e violentada por três adolescentes, de 12, 14 e 15 anos. O posto da Polícia Civil do HGE informou que a menina deu entrada na unidade médica ainda na noite de segunda e que estava sob efeito de drogas. Ainda segundo a polícia, a jovem foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML), para realização de exame de corpo de delito, que pode confirmar se ela realmente foi abusada. A garota recebeu alta médica nesta quarta-feira (24). A menina ainda não foi ouvida pela polícia. O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Repressao a Crimes contra Crianças e Adolescentes (Derca).



Sesab confirma segunda morte por malária na Bahia


 

Mosquito transmissor se reproduz e se alimenta na beira de rios (Foto: TV Anhanguera)

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) confirmou a segunda morte por malária na Bahia esse ano. A vítima foi um homem de 33 anos, cuja morte já estava sob investigação. A informação foi divulgada pelo órgão no início da noite desta quarta-feira (24). Anteriormente, a Sesab havia informado que o homem, que era morador da cidade de Wenceslau Guimarães, no baixo sul do estado, tinha morrido em decorrência de malária, mas depois voltou atrás e disse que o caso ainda estava “sob investigação”, já que o corpo do paciente não passou por análise laboratorial. Agora, o órgão de saúde destacou que, mesmo sem a realização do exame no corpo da vítima, que já havia sido enterrado, o diagnóstico de que a causa da morte foi malária foi fechado com o critério clínico e também levando em consideração o surto da doença que é enfrentado pelo município. O número de casos confirmados de malária na Bahia subiu para 22 e todos foram registrados em Wenceslau Guimarães. Uma mulher que também era moradora do município morreu em decorrência da doença, na segunda-feira (22). A vítima foi Luciene Souza dos Santos, de 31 anos, que estava internada na cidade de Ilhéus. Na cidade, mais de 300 moradores já fizeram teste para saber se têm a malária após apresentarem sintomas suspeitos. Um laboratório foi montado no hospital da cidade para fazer testes, cujos resultados são colhidos na hora.



Líder do MST é assassinado em Iramaia


 

Márcio foi assassinado a tiros nesta quarta-feira (Foto: Divulgação)

 

O líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) da Bahia, Márcio Matos, conhecido como Marcinho, foi assassinado a tiros no início da noite desta quarta-feira (24) no município de Iramaia, na região da Chapada Diamantina. De acordo com informações preliminares, ele estava com o filho esperando outro dirigente do MST para uma reunião quando o atirador entrou na casa e efetuou vários disparos. Ainda não informações precisas sobre as razões do assassinato. Secretário municipal de Administração de Itaetê, Marcinho foi pré-candidato a prefeito em Vitória da Conquista e dedicou a vida ao movimento dos sem terra.  Em nota, o governador Rui Costa lamentou sobre o fato e determinou à Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia “imediata e rigorosa apuração do crime”. (Bocão News)



Ex-deputado Luiz Argôlo é transferido e ficará em presídio na Bahia


Argolo foi condenado na Operação Lava Jato (Foto: Cassiano Futura/Arq)

O ex-deputado federal Luiz Argôlo, condenado na Operação Lava Jato pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, foi transferido de Curitiba para Salvador, segundo informações da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização‎ da Bahia (Seap), nesta terça-feira (23). A Seap não detalhou quando ocorreu a transferência, mas disse que ele está na capital baiana há cerca de 15 dias, após a defesa obter a transferência dele para o sistema prisional baiano. O ex-deputado estava em Curitiba desde 2015, após ser preso durante a 11ª etapa da Lava Jato. A secretaria informou que Argôlo está no Centro de Observação Penal (COP) do Complexo Penitenciário Lemos Brito, em Salvador, uma espécie de porta de entrada antes do detento ser encaminhado para uma unidade do sistema. No local, os detentos passam por atendimento do serviço social, exames, avaliações médicas, entre outros. Ainda segundo a Seap, somente após a triagem, Argôlo deve ser encaminhado para uma unidade prisional da Bahia, que não foi divulgada. Entretanto, como a família do ex-deputado é da região de Entre Rios, ele pode ficar em alguma unidade prisional próxima ao local da residência dos familiares.(Folha)



FÓRUM MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL EM CAMAÇARI


 

Com o tema Infância, Currículo e Linguagens foi aberto nesta quarta-feira (24/1) o Fórum Municipal de Educação Infantil, no Teatro Alberto Martins. O evento tem o objetivo de promover a reflexão sobre a educação infantil em Camaçari, além da socialização de boas práticas da rede municipal, que teve excelentes resultados.

A educação infantil é o foco da Secretaria da Educação (Seduc) nesse momento e o fórum fortalece essas ações, como a construção de cinco creches que, juntas, vão ofertar cerca de 2 mil vagas em regime integral.

A secretária da Educação, Neurilene Martins, falou sobre o evento. “Essa é a grande força. A ideia que os educadores podem se constituir em comunidades de práticas, que nos ajuda a entender a importância desse movimento, e a gente pode ver o trabalho realizado”. Na oportunidade, a titular da pasta fez uma perspectiva da educação infantil no Brasil e apresentou o Panorama na Educação Infantil Municipal – 2017.

O diálogo das mesas começou com o tema Conversando com as Práticas. Nela, a coordenadora pedagógica na Escola Comunitária Brincando e Criando falou sobre a Infância e Currículo e evidenciou a trajetória da escola ao longo de sete anos, das novas práticas desenvolvidas. “Antes ela não tinha um currículo direcionado para a educação infantil, depois foi escrita a proposta pedagógica e foram se desenvolvendo as práticas, que contam, por exemplo, com a adaptação do espaço físico e do ambiente, junto com a escuta da criança”.

Também participou da primeira mesa a gestora do Centro Integrado de Educação Infantil (CIEI) Emaús, Elisângela Rosa, que falou sobre Escuta de Crianças. No turno da manhã, ainda foi realizada a conferência Infância, Currículo e Diversidade, pelo professor e subsecretário da Educação, Marcio Vila Flor.

Interessada em estar sempre atualizada, a professora do grupo 4 da Escola Municipal Fonte da Caixa, Géssica Sebastião, 28 anos, compareceu ao fórum. “Me inscrevi com o objetivo de adquirir mais conhecimento e aprender mais sobre o currículo da educação infantil. A gente precisa sempre se atualizar para acompanhar as crianças que hoje aprendem tudo rápido”.

A programação segue no turno da tarde com abertura oficial dos trabalhos e com a segunda mesa de diálogos que debaterá Linguagens e Escuta na Educação Infantil com as doutoras Lidiane Araújo, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), e Risonete Almeida, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), que falarão sobre a Leitura e Escrita na Educação Infantil: um mundo de possibilidades e Participação e Escuta de Crianças na Educação Infantil, respectivamente. Durante todo o dia a expectativa é que cerca de 160 professores participem do fórum.



Jaques Wagner deve ser o candidato do PT a presidente da república em 2018


Rio de Janeiro – O ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, participa da reunião do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), no Windsor Guanabara Hotel. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

 

condenação do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), em segunda instância o que o torna automaticamente inelegível, de acordo com a lei da ficha limpa, sancionada por ele mesmo durante sua passagem pelo Palácio do Planalto, mesmo assim ele diz que será candidato a qualquer custo, mas esse discurso deve perder folego nos próximos meses, se isso ocorre, caberá ao TSE – decidir pela candidatura pois ser concorrer será “sub judice”.

O Partido dos Trabalhadores, durante os últimos meses afirmou eminentemente que Lula é candidato, e que sigla tem somente ele como opção para o pleito de 2018, É Lula ou Lula. O PT nega a todo custo que exista plano BC ou D, mas não é bem assim, dois quadros do partido figuram a possível pré-candidatura com o afastamento do baluarte da esquerda

Jaques Wagner e Fernando Haddad são os nomes mais fortes, porém o primeiro tem maiores chances, o carioca, que foi eleito por duas vezes governador da Bahia, tem boa relação com o ex-presidente e conseguiu eleger o seu sucessor no estado, o governador Rui Costa.

Wagner deixou a Bahia no melhor momento político do partido, e saiu em grande estilo, com grande aprovação e com um cargo no governo interrompido da ex-presidente Dilma Rousseff.

Para o PT a indicação de Wagner seria excelente, visto que o candidatado é do Rio de Janeiro e ainda teria bom trânsito no nordeste, região que historicamente desde 2002 deu bons números de votos ao partido. A possível candidatura de Wagner também resolveria um problema na chapa do pré-candidato ao governo da Bahia, diante de muitos nomes para poucas vagas.

A experiência política e o bom articulador que é, faz do ex-governador e atual secretário na Bahia o nome ideal ao posto, outra vantagem acumulada por ele é a quantidade de baianos na capital São Paulo, estado que acumula a maior quantidade.

O segundo nome também é forte, mas foi derrotado como prefeito, e saiu com baixa popularidade.

Nos bastidores argumenta-se que algumas alas do PT não desejam ter Wagner como candidato a presidente, mas diante da dificuldade em emplacar um nome competitivo, e da não-candidatura de Lula, não terá outro caminho a escolher.



As armas de Lula e Moro: os principais argumentos de cada lado


OTribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) analisa nesta quarta-feira (24) recurso do ex-presidente Lula contra a condenação, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, a 9 anos e 6 meses de prisão imposta na primeira instância pelo juiz Sérgio Moro, responsável por julgar casos da Operação Lava Jato em Curitiba. A decisão está nas mãos dos desembargadores federais João Pedro Gebran Neto, relator das ações da Lava Jato na segunda instância, Leandro Paulsen, revisor do processo, e Victor Luiz dos Santos Laus, decano do colegiado. O juiz e o ex-presidente não estarão no tribunal, mas seus argumentos estarão frente a frente.

Moro aceitou os argumentos do Ministério Público Federal de que o ex-presidente recebeu de maneira oculta um triplex, bem como sua reforma, no Guarujá (SP), da OAS, em troca de favorecimento à empreiteira em contrato com a Petrobras. O Congresso em Foco apresenta as principais alegações das duas partes no julgamento.

Argumentos

A sentença do magistrado divide o meio jurídico. Parte dos juristas faz coro à defesa do ex-presidente, que alega que não há fundamento na acusação contra ele e classifica o julgamento da primeira instância como político, com o propósito de impedir Lula, que lidera as pesquisas de intenção de voto, de disputar as eleições de outubro. Outra corrente defende os argumentos de Moro. O presidente do TRF-4, Carlos Eduardo Thompson Flores, classificou como “irretocável” a sentença do paranaense.

De acordo com a condenação, Lula recebeu R$ 3,7 milhões em propinas da empreiteira OAS entre 2006 e 2012 em troca de contrato da Petrobras com a empreiteira. Ao todo, nas contas da Lava Jato, o esquema criminoso movimentou R$ 6,2 bilhões em propina, gerando à estatal um prejuízo estimado em R$ 42 bilhões. Para o MPF, Lula era o elo entre o “esquema partidário e o esquema de governo”. (mais…)



‘Nós vamos enfrentar e derrotar o PT’, afirma Alckmin


 

 

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) disse nesta terça-feira, 23, que vai derrotar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e qualquer outro candidato petista na disputa presidencial deste ano.

Sobre o julgamento do petista, que ocorre nesta quarta-feira, 24, em Porto Alegre, o tucano evitou declarar preferências por resultado. “Decisão judicial se respeita. Eu não tenho detalhes da questão jurídica nem sou da área do Direito”, afirmou, durante inauguração da estação Higienópolis-Mackenzie, da Linha 4-Amarela do Metrô. “Eu aguardo a decisão da Justiça, qualquer que for”.

“Agora, nós vamos enfrentar e derrotar o PT, seja quem for o candidato. Concorrente não se escolhe. Estamos preparados para enfrentá-los”, declarou o governador.

Ao chegar à estação por volta das 10h, Alckmin foi recebido sob protesto do Movimento Passe Livre (MPL), que pede a revogação do aumento da tarifa de ônibus, metrô e trem. Estava presente ainda na agenda o prefeito em exercício de São Paulo, Bruno Covas.

 

Quando as portas da estação abriram para a entrada de Alckmin e das autoridades, 15 manifestantes gritaram frases de protesto, abriram uma faixa “4 reais nunca” e tentaram entrar.

Houve confusão e empurra-empurra. Além dos seguranças da ViaQuatro, concessionária responsável pela operação da Linha 4-Amarela, dois homens que aguardavam Alckmin empurraram os manifestantes e tentaram puxar a faixa do grupo.

Na confusão, o grupo foi expulso e barrado por seguranças que bloquearam a entrada na Rua da Consolação. O valor da passagem do transporte público subiu este ano de R$ 3,80 para R$ 4 na capital paulista.

Estadão



Duvido que exista neste País um magistrado mais honesto do que eu, diz Lula


Um dia antes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) julgar seu recurso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciou seu discurso afirmando que não falaria sobre caso do triplex do Guarujá, pois já provou sua inocência. Ele não evitou, no entanto, uma provocação ao Judiciário: “Duvido que exista nesse País um magistrado mais honesto do que eu”. Com discurso de candidato, Lula disse que em fevereiro voltará a Porto Alegre para fazer uma “caravana”. “Só uma coisa vai me tirar do que eu estou fazendo, é o dia que eu não estiver mais aqui”, declarou. Ele disse ainda que “não existe partido político melhor do que o PT” e que acredita que “a esquerda vai se unir em torno de um projeto para recuperar o País”. Lula também avaliou que o mercado “tem medo” de sua candidatura. “Eu não sei se é medo do Lula voltar em 2018; se for medo, é bom. O mercado tem medo do Lula, mas eu não preciso do mercado, eu preciso de empreendedores, de empresas produtivas, de agricultores familiares”, declarou. Durante ato promovido pelo PT e movimentos sociais, nesta terça-feira, 23, Lula focou sua fala em críticas ao governo do presidente Michel Temer e lamentou os “desmontes” feitos no País nos últimos meses, citando propostas como as reformas previdenciária e trabalhista. O petista garantiu, no entanto, que o País “vai voltar” a crescer e garantir a soberania nacional. “Eles inventaram uma doença grave, que se chamava PT e Dilma (Rousseff). Eles inventaram uma doença, deram uma anestesia e contaram mentiras. A gente continuou anestesiado e agora estamos acordando. Mas a doença que eles estavam tentando criar foi substituída por uma pior”, afirmou. Lula disse que está vendo o País ser “destruído” e que o governo vende uma “falsa estabilidade”. “Penso que eles estão destruindo o País e nós não estamos reagindo com a mesma força”. Para o petista, a elite brasileira trata educação como gasto, mas o candidato que se comprometer com a questão vai ganhar a próxima eleição. Ele prometeu que, se for eleito presidente novamente, vai editar uma medida provisória para proibir que educação seja tratada como gasto.

Estadão Conteúdo



google-site-verification: google9fc9670e008f5262.html