Festejos juninos sem violência na capital e Região Metropolitana


Na capital baiana e Região Metropolitana de Salvador (RMS), os festejos juninos foram celebrados com música e segurança pelo Governo do Estado. Entre os dias 22 e 25 de junho, não houve anotação de homicídios ou tentativas. Foram contabilizados 118 registros criminais, sendo 16 no domingo (25), último dia de festa.

Deivid Santos Castro foi preso na área da festa do município de Mata do São João, com um revólver calibre 32 e uma munição picotada. Outros flagrantes foram por prática de roubo, receptação e dois por tráfico de drogas.

Foram anotados 64 casos de furto, 14 roubos e 27 perdas de documentos, além de lesão corporal, lesão corporal culposa no trânsito, vias de fato, desacato, ameaça, dano ao transporte público, porte ilegal de arma, receptação, tráfico e uso de drogas. A polícia também apreendeu arma branca, crack, cocaína e maconha. Os crimes foram registrados nas delegacias territoriais e, em Salvador, na Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), localizada no Pelourinho..

Além de Mata de São João (sede e Praia do Forte), ocorreram delitos em Salvador (Periperi e Pelourinho), Camaçari (sede, Monte Gordo e Vila de Abrantes), São Sebastião do Passé, Vera Cruz, Pojuca, Itaparica e Dias D’Ávila.



Confira as vagas do SineBahia para esta terça-feira (27)


Os interessados devem se dirigir ao local, portando Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade e laudo médico (PCD).

Para consultar a lista completa, o trabalhador deve comparecer à unidade de seu município.

 

Ofertas exclusivas para as unidades de Salvador (27.06)

 

GERENTE DE FARMÁCIA
Ensino médio completo
Experiência mínima de 06 meses em carteira
Imprescindível experiência como balconista de farmácia
Salário R$ 1.025,00 + benefícios                                                                                       06 VAGAS

 

TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO AUDIOVISUAL

Ensino superior completo – Comunicação social / áreas afins
Experiência mínima de 06 meses em carteira

Imprescindível ter experiência com captação audiovisual (som e imagem), software Adobe Premiere, Photoshop, Audacity, Sistemas Mac e Windows.

Salário R$ 3.073,00+ benefícios                                                                                       01 VAGA

 

TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO AUDIOVISUAL

Ensino superior completo – Comunicação social / áreas afins
Experiência mínima de 06 meses em carteira

Salário R$ 1.537,00 + benefícios                                                                                       01 VAGA

 

ARTÍFICE DE MANUTENÇÃO

Ensino médio completo
Experiência mínima de 06 meses em carteira

Imprescindível ter ampla experiência em elétrica, hidráulica, pedreiro e pintor

Salário R$ 1.500,00+ benefícios                                                                                       01 VAGA

 

SUPERVISOR DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

Ensino médio completo

Experiência mínima de 06 meses em carteira

Experiência no ramo de serviços automotivos

CNH B

Salário R$ 1.500,00+ benefícios

05 VAGAS

 

CHURRASQUEIRO

Ensino fundamental completo

Experiência mínima de 06 meses em carteira

Salário R$ 959,22+ benefícios                                                                                       01 VAGA

 

LUBRIFICADOR DE AUTOMÓVEIS

Ensino médio completo
Experiência mínima de 03 meses em carteira

Salário R$ 955,38 + benefícios                                                                                       01 VAGA

 

Vagas exclusivas para Lauro de Freitas (27.06)

 

AUXILIAR CONTÁBIL (Estágio)

Ensino superior incompleto em Ciências Contábil

Não exige experiência

01 VAGA

 

PROFESSOR DE SÈRIES INICIAIS (Estágio)

Ensino superior incompleto em Pedagogia

Não exige experiência

02 VAGAS

 

AJUNANTE DE CARGA E DESCARGA

Ensino fundamental completo

Experiência de 06 meses em carteira

01 VAGA



Lula lidera; Bolsonaro e Marina empatam em 2º, diz Datafolha


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manteve a liderança nas intenções de voto para a eleição presidencial de 2018 com 30% da preferência do eleitorado, à frente da ex-ministra Marina Silva (Rede) e do deputado Jair Bolsonaro (PSC), que aparecem empatados com 15%, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (26). Em cenário tendo o prefeito de São Paulo, João Doria, como candidato do PSDB, Lula passou de 31% em abril para os atuais 30%, enquanto Bolsonaro foi de 13% para 15 e Marina saiu de 16 para os mesmos 15%. O tucano aparece em quarto lugar, com 10%, um ponto acima do levantamento anterior. Lula também alcança os 30% de preferência do eleitorado quando o governador paulista, Geraldo Alckmin, substitui Doria como concorrente do PSDB. Nesse cenário, Bolsonaro fica um ponto à frente de Marina, 16 a 15%, e o tucano aparece com 8 pontos. Bolsonaro sobe ante os 5% de levantamento realizado em dezembro de 2015, enquanto Marina cai dos 24% que possuía. Em simulações para o 2º turno, Lula vence Alckmin (45 a 32%), Doria (45 a 34) e Bolsonaro (45 a 32), mas empata com Marina (40 a 40), de acordo com o Datafolha. Em uma eventual disputa entre Marina e Bolsonaro, a ex-ministra venceria por 49 a 27%. Apesar da liderança nas intenções de voto, Lula também aparece em primeiro lugar na lista das maiores rejeições, com 46%, seguido por Alckmin (34) e Bolsonaro (30). A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 21 e 23 de junho, com 2.771 pessoas, em 194 cidades. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. (Folha)



Avião com mais de 500 kg de cocaína decolou de fazenda de Ministro do governo Temmer


O avião bimotor com cerca de 500 quilos de cocaína que foi interceptado nesse domingo (25), no interior de Goiás, por um avião A-29 Super Tucano da Força Aérea Brasileira (FAB), decolou da fazenda que pertence ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP).

À Carta Capital, a assessoria de imprensa do grupo Amaggi confirmou que uma fazenda com “o mesmo nome” do divulgado pela FAB pertence ao grupo, e disse que preparava nota oficial.

A fazenda Itamarati Norte foi adquirida em junho de 2010 pelo grupo Amaggi. A propriedade foi arrendada por oito anos do empresário Olacyr de Moraes, conhecido como “Rei da Soja”. A ação ocorrida no domingo fez parte da Operação Ostium para coibir ilícitos transfronteiriços, na qual atuam em conjunto a FAB, a Polícia Federal e órgãos de segurança pública.



VÍDEO: Fã invade palco e derruba Simaria durante show no interior da Bahia – Simone reage


Fã invade palco e derruba Simaria durante show.

 

A dupla Simone e Simaria passou por uma situação nada agradável durante apresentação na madrugada desta segunda-feira (26/6), em Amargosa, interior do estado. Isto porque, em determinado momento do show, um fã conseguiu subir no palco, agarrou e derrubou Simaria.

Visivelmente abalada e ainda se recuperando do ‘ataque’ inesperado, a artista desabafou: “Eu não sei nem o que dizer, ainda estou tremendo aqui. Ainda ralei meu joelho no chão. Quer beijar…beija com carinho”, disse sem graça. Simaria ainda brincou com a situação.  “O filho de rapariga ainda me deu uma zunhada aqui, tô toda marcada”.

Após o incidente, a irmã Simone justificou o empurrão que deu no jovem, que foi controlado e retirado do palco por seguranças. “Bati mesmo! Em uma situação dessa, meu instinto de irmã falou mais alto. Que coisa absurda. É minha irmã e quando você vê algo acontecendo com ela, não tem como você não defender. Ele ainda a derrubou no chão. Podia ter acontecido algo mais sério, quebrado algo…um braço, uma perna, enfim”, disse.

Por fim, Simaria, que ainda teve uma corrente quebrada no episódio, ainda fez um pedido aos fãs. “Acho que isso vai servir de lição para muita gente . Não precisa fazer isso. Acho que quem é fã da Simone e Simaria sabe que quando tem a oportunidade de abraçar, fazemos isso com maior carinho. Não precisa fazer esse tipo de loucura. Por que numa dessa, pode machucar o artista de verdade, machucar para valer “.



Dentro de casa, Bahia perde para o Flamengo por 1 a 0


Dentro de casa, Bahia perde.

 

O Esquadrão enfrentou o Flamengo na tarde deste domingo (25), na Arena Fonte Nova, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, e saiu de campo derrotado pelo placar de 1 a 0. O único gol da partida saiu dos pés do atacante Berrío, no segundo tempo.

Com o resultado negativo, o segundo dentro de casa neste Brasileirão, o Tricolor de Aço encerrou a rodada na 17ª posição, com 10 pontos. O próximo compromisso será o clássico contra o Vitória, no feriado de 2 de julho, no Barradão, às 16h.

Será a primeira semana de treinamentos que o grupo terá sob comando de Jorginho, que até então teve apenas, no máximo, três dias de treinos com bola. O volante Renê Júnior, que cumpriu suspensão, fica à disposição do comandante.

Por outro lado, expulso contra o Flamengo, o zagueiro Lucas Fonseca não pode encarar o Vitória.



Vitória é atropelado pelo Atlético-PR e segue na zona de rebaixamento


Vitória é atropelado pelo Atlético-PR e segue na zona de rebaixamento.

 

Mais um jogo para esquecer. Neste domingo (25), o Vitória foi à Arena da Baixada e foi atropelado pelo Atlético-PR, que venceu por 4×1. A goleada mantém o Leão na zona de rebaixamento.

O começo de jogo encheu os olhos. Ilusão. Era um Vitória bem postado, com facilidade de fazer a bola rolar, ofensivo. Mesmo com a dificuldade de jogar em um gramado sintético, onde a bola corre mais rápido, o Leão dominou os primeiros minutos. O primeiro lance de perigo do jogo aconteceu com apenas três minutos. Neilton avançou pela canhota com velocidade e cruzou rasteiro para Gabriel Xavier que, cara a cara com Weverton, desperdiçou e chutou pra fora.

Quatro minutos depois, mais pressão do Vitória. Em jogada de contra-ataque, Yago aproveitou vacilo da zaga curitibana e deixou Kieza na cara do gol. O artilheiro do time, no entanto, chutou a bola em cima do goleiro do Furacão.

O Furacão ainda chegou com perigo após Otávio roubar a bola e tocar para Éderson, que invadiu a área e, após chute cruzado, obrigou Fernando Miguel a espalmar.

Mas foi o gol do Leão quem nasceu primeiro. Aos 16, Lucho González deu um carrinho em Neilton na entrada da área e o árbitro marcou a falta. Exímio cobrador de falta, Fred chamou a responsabilidade, mandou um lindo chute, viu a bola beijar o travessão e entrar no gol. Weverton só ficou olhando. Esse foi o terceiro gol do zagueiro com a camisa rubro-negra – antes, fez dois gols, ambos de falta.

Após o gol, o time esfriou. As boas jogadas deram lugar a chutões e o Atlético passou a ter postura mais agressiva. Nos minutos finais, o Furacão tentou com Matheus Anjos e Nikão, mas foi Wanderson quem empatou. Aos 43, Nikão cobrou escanteio, o zagueiro subiu alto e, de cabeça, deixou tudo igual no placar.
LEI DO EX
Na volta para o intervalo, Fred, com dor na coxa, deu lugar a Ramon, que estava emprestado ao futebol israelense. Foi a reestreia dele com a camisa do Leão.

Na volta, o Atlético atropelou. Aos 8 minutos, teve ‘Lei do Ex’. Sidcley tocou para Nikão, que passou por Willian Farias como um foguete e, da entrada da área, fez 2×1. A torcida do Leão ainda lamentava o gol quando o rubro-negro paranaense fez mais um. Aos 11, Douglas Coutinho chegou pela esquerda e cruzou para Éderson, que deixou Kanu para trás e só teve o trabalho de colocar no fundo do gol: 3×1.

Surpreso com o atropelo do Atlético, Alexandre Gallo colocou David no lugar de Neilton e Paulinho na vaga de Gabriel Xavier. Não adiantou. Foram os paranaenses que chegaram à goleada. Aos 35, Matheus Rossetto, livre, chegou pela direita e mandou uma bomba no ângulo, para fechar o caixão: 4×1.

O Vitória volta para Salvador com o gosto amargo da derrota e a preocupação com a zona de rebaixamento, mas sem tempo para lamentar. No domingo (2), tem Ba-Vi, às 16h, no Barradão.



MP solicita afastamento imediato do prefeito de Madre de Deus, Jéferson Andrade


Afastamento do prefeito de Madre de Deus

 

O Ministério Público Estadual (MP-BA) entrou com uma ação civil pública na Justiça contra o prefeito de Madre de Deus, Jeferson Andrade (DEM); o vereador Anselmo Duarte (DEM), o secretário municipal Jibson Coutinho; o chefe de Gabinete da Câmara, Adailton Cosme e a assessora municipal Tânia Pitangueira. De acordo a ação do Ministério Público, os integrantes atuavam em um suposto esquema de “enriquecimento ilícito” perpetrado na Câmara Municipal de Vereadores de Madre de Deus, durante os anos de 2010 e 2012.

A ação foi assinada pelos promotores do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa (Gepam). Uma das peças da ação pede a perda da função pública dos políticos.

Segundo as promotoras de Justiça Célia Boaventura, Patrícia Medrado e Rita Tourinho estão relacionadas a um acordo, no qual, os envolvidos ajustaram a eleição da chapa vencedora para a mesa diretora da Casa Legislativa, condicionando a distribuição de verbas públicas entre eles.

Ainda de acordo com as promotoras, as verbas seriam usadas em benefício deles próprios. O objetivo do acordo era fazer com que Jeferson pudesse assumir a Presidência da Câmara e, por conseguinte, a Prefeitura, ainda que interinamente (o que de fato acabou acontecendo).

Dessa forma ele teria a oportunidade de distribuir benesses entre os seus aliados de forma ilícita.

De acordo com a denúncia, os acionados praticavam atos de improbidade. Foi apurado ainda um “inconteste prejuízo ao erário decorrente do acordo”. Documentos do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) indicam o cumprimento dos termos do “ilícito” ajuste.

No “Termo de Acordo” assinado pelos cinco participantes do esquema, observa-se a distribuição de vantagens ilícitas de verbas públicas entre os mesmos, como a criação de cargos comissionados; o superfaturamento de contratos; o recebimento ilícito de 5% para cada vereador envolvido, com relação aos valores dos contratos firmados para reforma e construção do prédio da Câmara, aniversário da cidade, bem como de outros eventos; a manutenção das cotas de combustível em proveito próprio, inclusive com acréscimo de valor em dinheiro; e o aumento do duodécimo da Câmara no exercício posterior.



BCS Camaçari tem novo comandante. Corrida de Capitães marca passagem de comando


BCS Camaçari tem novo comandante.

 

A Base Comunitária de Segurança de Camaçari (BCS) está sob nova direção. E, para marcar a passagem de comando, será realizado no dia 1º de julho a ‘Corrida dos Capitães’. Com percurso de cinco quilômetros, a prova será realizada no bairro do Phoc 2, passando pelas ruas do entorno da BCS. Após a corrida comemorativa, acontecerá um café da manhã comunitário.

A frente da unidade desde sua inauguração, em setembro de 2014, o capitão Albert Nogueira parte para novos desafios: assumiu o subcomandante da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (Cajazeiras), em Salvador. Seu substituto é o capitão Arivaldo Arcanjo.

“Deixamos muitos projetos, como a capoeira, o caratê, a dança do ventre e o grupo de tênis de mesa, além de ações pontuais como o Odontomóvel e o SAC Móvel, trabalhos que nos auxiliaram a interagir com a comunidade”, lembra o capitão Albert, que se despediu do comando da base com uma carta pública.

Na mensagem de despedida ele fala sobre o desafio para implantação da Base e agradece aos colegas e a imprensa de Camaçari. Confira a mensagem na íntegra:

“Cheguei no 12º BPM no ano de 2008 e durante esses quase 9 anos tentei fazer o melhor trabalho possível dentro das minhas limitações como qualquer ser humano.

Em 2011, quando recebi a missão de ser comandante da BCS já estava me preparando para ir embora do batalhão, mas o novo desafio me fez ficar e ainda bem que fiquei. A BCS só foi inaugurada em 2014,16/09/14, comandar a BCS de Camaçari foi uma experiência sem igual na minha vida profissional até agora principalmente pelo grupo que colegas que Deus (a quem faço o maior agradecimento) me deu para coordenar. Profissionais de excelência que mesmo diante de uma missão diferente na polícia procuraram executar o policiamento comunitário da melhor forma possível. Para esses homens e mulheres dedico um agradecimento especial pelo tempo de dedicação a uma causa ainda nova na PMBA.

Muitos amigos fiz nos bairros da área da BCS e sei que sempre que eu retornar a Camaçari terei onde beber um copo d’água. Citar nomes me deixaria em situação difícil porque seriam muitos e mesmo assim poderia esquecer algum então cada um que tive a satisfação de conviver sabe o quanto foi importante para mim e continuará sendo.

Um agradecimento também para toda imprensa de Camaçari que sempre divulgaram nossos projetos e ações com engajamento e entusiasmo.

Vou para uma nova missão numa comunidade tão interessante quanto a que trabalhei em Camaçari e conhecer Cajazeiras será um novo desafio. Ao Cap Arcanjo desejo muito sucesso e terei muita satisfação em auxiliar nos primeiros passos ou sempre que precisar.

Espero não ter decepcionado a comunidade e a minha corporação que confiou a esse humilde servo a nobre missão de comandar uma Base Comunitária de Segurança.



Mulher morta a tiros em frente aos vizinhos durante festa de São João


Mulher morta durante festa de São João é enterrada

 

Daniela Santos Melo, 26 anos, foi enterrada na manhã deste domingo (25/6), no Cemitério São Miguel, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS. A jovem foi morta a tiros enquanto participava de um festejo de São João ao lado do prédio onde morava, no Conjunto Parque Universitário II, que fica no Residencial Vida Nova. O crime aconteceu na madrugada de sábado (24/6), por volta de 2h, em frente aos vizinhos. De acordo com a polícia, a morte foi atribuída ao ex-companheiro da vítima, que está foragido, por causa de ciumes.

Segundo informações de populares, Daniela estava comemorando o São João ao lado de outros vizinhos em uma festa organizada pela comunidade do Residencial Vida Nova. Durante o evento, o ex-companheiro dela, que também estava na festa, teria sacado uma arma e atirado na ex-mulher, atingindo a jovem no peito. Outro vizinho não identificado, que teria tentado ajudar Daniela, também foi atingido com um tiro no pé.

Ainda de segundo a polícia, Daniela chegou a ser socorrida por vizinhos para o Hospital Municipal de Simões Filho, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 2h.

Daniela deixa dois filhos. Ela trabalhava no Centro de Distribuição da AVON, no Cia e estava de férias do trabalho. A investigação será feita pela 22ª Delegacia de Simões Filho.



google-site-verification: google9fc9670e008f5262.html