A problemática dos Hoaxes: boatos na internet


naocompartilhe

Vivemos em uma sociedade cada vez mais virtual, onde as relações interpessoais se desenvolvem através dos computadores, das redes sociais e do whatsapp. A internet é uma ferramenta moderna que facilita não apenas a comunicação, mas também a informação porém, esse mundo cada vez mais “on line” traz consigo diversos perigos que devem ser observados por seus usuários, os hoaxes.

Hoaxes são boatos, assuntos, noticias, informações de caráter duvidosos que podem ser enviadas para diversas pessoas e que circulam com grande facilidade pelo mundo virtual. Estes boatos não se confundem com os spans normais que apenas fazem propagandas de serviços ou produtos, mas normalmente envolvem notícia inverídica sobre pessoas, produtos ou situações e acabam se espalhando muito rapidamente tomando grandes proporções.

O problema da existência desses boatos é a grande facilidade, de nos dias atuais, serem disseminados, divididos, compartilhados. Esses hoaxes podem trazer acontecimentos duvidosos, ou até mesmo, envolver nome de pessoas, fotos em situações vexatórias e até criminosa. Normalmente trazem tais informações de modo apelativo, para mexer com o emocional, para que causem pânico, temor ou compaixão entre os que recebem e estes repassem temendo que tal fato, ou pessoa passem despercebidos.

Tais informações recebidas diariamente por milhares de pessoas, como uma fofoca, devem ser observadas minuciosamente por quem as recebe para que não acabe divulgando fato, notícia inverídica ou fato delituoso. Podemos citar como exemplo de notícias dessa natureza: a morte de algum artista, foto de uma pessoa doente que pede ajuda financeira, foto de uma pessoa denominada como criminosa, produtos de consumo com larvas, dentre outros. O perigo reside em o indivíduo receber tais informações e não as filtrar, simplesmente passar adiante e estes que recebem repassarem, como uma grande bola de neve, onde a dimensão de tal informação toma proporções indescritíveis.

Desse modo, as pessoas devem restar atentas, tomarem cuidado, com o que recebem ou leem em suas redes sociais. Tais informações devem ser filtradas, analisadas quanto a sua veracidade e na dúvida não devem ser compartilhadas.

Não se deve compartilhar fotos ou notícias que envolvam pessoas, crianças, crimes, fatos dos quais não se tem a certeza de que realmente ocorreram, pois tais situações podem causar transtornos a outras pessoas e o indivíduo que as compartilha pode até mesmo acabar respondendo por crime de calunia, injuria ou difamação.

Noticiais verdadeiras são facilmente encontradas em sites, jornais de grande circulação e por isso antes de compartilhar e ajudar que os hoaxes se espalhem, se questione quanto a veracidade de tal informação repassada, mesmo que tal mensagem seja apelativa, reflita para não acabar ajudando na propagação de um boato.

 Em suma, na dúvida não compartilhe!

Caroline Veloso – Advogada